• Español
  • Português
Home PRÊMIO MERCOSUL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA Edições anteriores
Edições anteriores PDF Versão para impressão

2014 – Tema “Popularização da Ciência”– Categorias: estudante universitário, iniciação científica, integração e jovem pesquisador.


O edição 2014 do prêmio foi organizada pela Reunião Especializada de Ciência e Tecnologia do MERCOSUL (RECyT) é patrocinado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação do Brasil (MCTI/Brasil) e apoiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/Brasil); pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO); pelo Movimento Brasil Competitivo (MBC); pelo Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação Produtiva da Argentina; pelo Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia do Paraguai; pelo Ministério de Educação e Cultura do Uruguai; e pelo Observatório Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação da Venezuela.
Os prêmios foram entregues em Brasília, Brasil.
Ver lista de ganhadores

2013 - Tema “Educação para a Ciência” - Categorias: Jovem Pesquisador, Estudante Universitário, Integração e Iniciação Científica


O edição 2013 do prêmio foi organizada pela Reunião Especializada de Ciência e Tecnologia do MERCOSUL (RECyT) é patrocinado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação do Brasil (MCTI/Brasil) e apoiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/Brasil); pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO); pelo Movimento Brasil Competitivo (MBC); pelo Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação Produtiva da Argentina; pelo Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia do Paraguai; pelo Ministério de Educação e Cultura do Uruguai; e pelo Observatório Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação da Venezuela.

Os prêmios foram entregues em Venezuela.


Ver lista de ganhadores

2012 - Tema Inovação Tecnológica na Saúde - Categorias: Jovem Pesquisador, Estudante Universitário, Integração e Iniciação Científica

O edição 2011 do prêmio foi organizada pela Reunião Especializada de Ciência e Tecnologia do MERCOSUL (RECyT) é patrocinado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação do Brasil (MCTI/Brasil) e apoiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/Brasil); pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO); pelo Movimento Brasil Competitivo (MBC); pelo Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação Produtiva da Argentina; pelo Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia do Paraguai; pelo Ministério de Educação e Cultura do Uruguai; e pelo Observatório Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação da Venezuela.

Os prêmios foram entregues em Brasil.

2011 - Tema Tecnologias para o Desenvolvimento Sustentável - Categorias: Jovem Pesquisador, Estudante Universitário, Integração e Iniciação Científica

O edição 2011 do prêmio foi organizada pela Reunião Especializada de Ciência e Tecnologia do MERCOSUL (RECyT), com patrocínio da Sangari do Brasil e do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação – MCTI / Brasil, com a colaboração da Organização das Nações Unidas, para a Ciência e a Cultura - UNESCO, do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq, e do Movimento Brasil Competitivo - MBC.

Número de trabalhos recebidos: 304 (31 Iniciação Científica, 96 estudante universitário, 125 Jovem Pesquisador e 50 Integração)

Os prêmios foram entregues em Montevidéu, Uruguai.

Ver lista de ganhadores


2010 - Tema Nanotecnologia – Categorias: Jovem Pesquisador, Estudante Universitário, Integração e Iniciação Científica

Em 2010 a RECyT inovou com o gerenciamento das atividades sendo realizado com sucesso simultaneamente por dois países. Todas as etapas do processo foram coordenadas pela Coordenação argentina da RECYT em Buenos Aires com o apoio direto do MCTI e da UNESCO em Brasília.

A temática da Nanotecnologia englobava o estudo, design, criação, síntese e aplicação de materiais, aparatos e sistemas funcionais pela manipulação da matéria em dimensões de ordem nanométrica, bem como o trabalho desenvolvido pelo ramo de industrias que transformam, por meio do controle da matéria em nano escala, os produtos da agricultura, pecuária, riqueza florestal e pesca, e das áreas médica, farmacêutica, biomédica, defesa e energias alternativas, entre outras, em produtos elaborados.

Número de trabalhos recebidos: 66, (2 Iniciação Científica, 41 Jovens Pesquisadores, 19 Estudantes universitários e 4 de Integração)

Os prêmios foram entregues em Buenos Aires, Argentina.

Listado de ganadores

Fotos de la entrega de premios


2009 - Tema Agroindústria – Categorias: Jovem Pesquisador, Estudante Universitário, Integração e Iniciação Científica

A temática da edição de 2009 do Prêmio MERCOSUL de Ciência e Tecnologia visava a apresentação de trabalhos ligados aos ramos da indústria que processam ou beneficiam matérias primas oriundas da agricultura, da pecuária, da aquicultura, da silvicultura etc e as comercializam como produto para consumo ou matérias primas para outras industrias.

Número de trabalhos recebidos: 194, sendo 30 na categoria Iniciação Científica, 94 na de Jovens Pesquisadores, 49 na de Estudantes universitários e 21 de Integração.

Os prêmios foram entregues em Montevidéu, Uruguai.

Ver lista de ganhadores (pdf)

Fotos de la entrega de premios


2008 - Tema Biocombustíveis – Categorias: Jovem Pesquisador, Estudante Universitário, Integração e Iniciação Científica

Em 2008 foi inserida uma nova categoria: Estudante Universitário, para graduandos de até 28 anos de idade com vistas a atender a uma grande demanda dos estudantes de todos os países. O tema de “Biocombustíeveis” foi escolhido pela importância da pesquisa por novas fontes de geração de energia e produção de alimentos, que é um tema no qual os países do MERCOSUL podem ter uma inserção competitiva e aproveitar oportunidades no cenário internacional de trocas comerciais entre os países que produzem e os que demandam energia e alimentos.

Número de trabalhos recebidos: 267 (124 iniciação científica, 55 estudante universitário, 65 jovem pesquisador e 23 integração)

Os prêmios foram entregues em Brasília, Brasil.

Ver lista de ganhadores


2006 - Tema Tecnologias para a Inclusão Social – Categorias: Jovem Pesquisador, Integração e Iniciação Científica

Em 2006, foi contemplada mais uma categoria, Iniciação Científica, voltada para alunos do ensino médio com até 21 anos de idade, individual ou equipe. Outra modificação, visando maior alcance do Prêmio, foi a abertura aos países associados para participarem em todas as categorias e patrocínio externo, o que permitiu incrementar a divulgação.

Número de trabalhos recebidos: 305 (53 Iniciação Científica, 145 Jovens Pesquisadores e 107 Integração)

O tema “Tecnologias para a Inclusão Social’ englobava ações visando a melhoria da qualidade de vida e de inclusão na sociedade de segmentos social ou economicamente excluídos, tais como: tecnologias de assistência para portadores de deficiências ou para a terceira idade; tecnologias que possibilitem a difusão de conhecimentos científicos e tecnológicos a comunidades carentes do meio rural ou urbano e tecnologias socialmente sustentáveis, que favoreçam a geração de trabalhos e renda, a melhora das condições de trabalho, educação, seguridade alimentar e nutricional, saúde e saneamento, entre outros.
A entrega do Prêmio ocorreu na cidade de Assunção, no Paraguai, durante a XXXVII Reunião Especializada de Ciência e Tecnologia – RECyT / MERCOSUR e contou com a participação dos Coordenadores Nacionais da RECyT, com o assessor da presidência da Petrobrás, Sr. Irany Carlos Varella e com o representante de UNESCO no Brasil, Vincent Defourny.

Vencedores

Categoria Iniciação Científica
1º Lugar:
equipe argentina: Paula Maria Pedraza, 12 anos; Maria Guadalupe Gómez Alonso, 11 anos; Belén Rodríguez del Busto, 12 anos; Rogélio Navarro Vitar, 12 anos; Professor orientador Carlos Carrió (El llantén, una planta mágica).

Menção Honrosa: equipe brasileira: Douglas de Sousa Silveira, 21 anos ; Carlos Felipe de Carvalho Júnior , 18 anos; Eduardo Vinícius dos Santos , 22 anos (Kit de Automação para Cadeira de Rodas)

Mérito de Participação: Warley Alves Batista, 17 anos, brasileiro (Educação em dia com a modernidade)

Categoria Jovem Pesquisador
1º Lugar:
Cristina Baldauf, 29 anos, brasileira (Geração de renda em áreas de Mata Atlântica: a experiência do manejo sustentável a samambaia-preta)

Menção Honrosa: Emerson Leonardo Schmidt Iaskio, 26 anos, brasileiro (Projetos de viabilidade econômica para empreendimentos de economia solidária: uma proposta metodológica e um relato de experiência)

• Categoria Integração
1º Lugar:
equipe com integrantes da Argentina, Brasil, Peru e Chile: Marta Irene Litter, Wilson de Figueiredo Jardim, Miguel Ángel Blesa, Juan Martin Rodriguez, Lorena del Pilar Cornejo Ponce, Maria Cristina Apella, Beatriz Susana Ovruski de Ceballos (Potabilización de agua por tecnologías económicas en zonas rurales aisladas del MERCOSUR)

Menção Honrosa: equipe com integrantes da Argentina e Venezuela: Sandra Rosa Fuselli, Susana Beatriz Garcia de la Rosa, Martin Javier Eguaras, Rosália Fritz, Judith Principal Carlos José Barrios Suarez (Prevención y control de patologías apícolas mediante sustancias naturales, herramienta útil de pequeños produtores)
Os sete trabalhos foram publicados no livro “Ciência, Tecnologia e Inclusão Social para o MERCOSUL – Edição 2006 do Prêmio MERCOSUL de Ciência e Tecnologia”.

Fotos da entrega dos prêmios


2004 - Tema Energia – Categorias: Jovem Pesquisador e Integração

A partir de 2004, o Prêmio passou a contar com a colaboração da UNESCO Brasil, o que permitiu aprimorar o processo e ampliar a divulgação. Este processo está hoje inteiramente informatizado na UNESCO. Em 2004 foi incorporada a categoria Integração, composta por pesquisadores formados, sem limite de idade, para permitir a participação de equipes de pesquisa formadas por pessoas de pelo menos dois países do bloco. Foi também incorporada premiação em dinheiro aos vencedores (o equivalente a US$ 5,000 para Jovem Pesquisador e US$10,000 para Integração), a adição de livro com os trabalhos selecionados e concessão de placas ao segundo lugar, como menção honrosa. Outra inovação foi a organização da reunião da Comissão de Avaliação dos Trabalhos composta por um pesquisador de cada país membro com critérios previamente definidos.

Número de trabalhos recebidos: 44

Os prêmios foram entregues em Brasília, Brasil. Vencedores:
A UNESCO recebeu os trabalhos, em português e espanhol, encaminhados até 19 de novembro de 2004, e a Comissão de Avaliação reuniu-se no escritório da UNESCO, em Brasília, entre os dias 2 e 6 de maio de 2005 para analisar e selecionar os trabalhos premiados em cada uma das duas categorias. Esta Comissão de Avaliação foi constituída por um especialista de cada país membro, com a seguinte composição: Sr. Aldo Fabris (Argentina), Sr. Henrique José Ternes Neto (Brasil), Sr. Alejandro Jorge Peruzzi (Paraguai) e o Sr. Daniel Schenzer (Uruguai). Também esteve presente o Sr. Ary Mergulhão Filho, oficial do Programa de Ciência e Tecnologia da representação da UNESCO e a Sra. Eliana Emediato, representante do Ministério de Ciência e Tecnologia do Brasil.

Os trabalhos apresentados foram analisados de acordo com os seguintes critérios: atualidade do tema; criatividade; metodologia aplicada; pertinência do trabalho para o MERCOSUL; potencial de contribuição para o desenvolvimento científico e tecnológico no âmbito do MERCOSUL e a contribuição do trabalho para a cooperação no campo da C&T no MERCOSUL.

Vencedores

• Categoria Jovem Pesquisador
1º lugar:
Paulo Anselmo Ziani Suarez, brasileiro de 34 anos (Contribuições do Laboratório de Materiais e Combustíveis da Universidade de Brasília no desenvolvimento de processos para obtenção de combustíveis alternativos a partir de óleos vegetais).

Menção honrosa: José Augusto Gaspar Ruas, brasileiro de 24 anos (Elementos para uma nova agenda de pesquisas em políticas de integração energética no MERCOSUL: O caso da indústria de gás natural).

• Categoria Integração
1º lugar:
equipe com integrantes da Argentina e do Brasil: Noemí Elisabeth Walsöe de Reca, Diego Germán Lamas, Rodolfo Oscar Fuentes, Gustavo Enrique Lascalea, Aldo Félix Craievich, Márcia Carvalho de Abreu Fantini, Susana Adelina Larrondo e Norma Elvira Amadeo (Células de combustível de óxido sólido para geração de energia elétrica operáveis em mesclas metano-ar).

Menção honrosa: equipe com integrantes do Brasil, Chile e Paraguai: Jair Carlos Dutra, Moisés Alves de Oliveira, Raul Gohr Junior, Carlos Eduardo Broering, Régis Henrique Gonçalves e Silva, Víctor Manuel Vergara Díaz, Nelso Gauze Bonacorso, Fernando Pellizzaro e Aldo Manuel Ramírez González (Sistema e Processo de Soldagem – Vencendo a erosão das turbinas hidráulicas de grande porte).

 

2000 - Tema Meio Ambiente: Tecnologias Limpas – Categoria: Jovem Pesquisador

A segunda edição também foi dirigida somente a Jovens Pesquisadores com idade de até 35 anos (Categoria Jovem Pesquisador).

Número de trabalhos recebidos: 24

Os prêmios foram entregues em Assunção, Paraguai

Vencedores: Argentina – Gabriela de la Puente (Aprovechamiento de Residuos Plásticos como parte de la Alimentación del Craqueo Catalítico de Hidrocarburos); Brasil – Andréa Bittencourt Moura (Controle Biológico da Murcha Bacteriana e Promoção de Crescimento Tomateiro); Paraguai – Sonnia Kochmann Pineda (Biomonitoreo: Caracterización Espacial de la Concentración de Plomo en Asunción); Uruguai – Rodrigo Álvarez (Destintado de Desechos de Papel para la Obtención de Pulpa de Alta Calidad)

 

1998 - Tema Alimentos – Categoria: Jovem Pesquisador

A primeira edição do Prêmio foi dirigida somente a Jovens Pesquisadores com idade de até 35 anos (Categoria Jovem Pesquisador)

Número de trabalhos recebidos: 19

Vencedores: Argentina: Susana Elizabeth Zorrilla (Estudio de las Principales Variables Involucradas en la Elaboración de Quesos Fynbo Salados en una Solución de Cloruro de Sodio y Cloruro de Potasio); Brasil: Ednelí Soraya Monterrey Quintero (Elaboracão de Biofilmes de Proteínas Miofibrilares de Tilápia-do-Nilo (Oreochromis nilloloticus).

 

Resumo das edições do Prêmio Mercosul de C&T (1998 a 2011)

Ano/local de entrega dos Prêmios

 

Tema

Nº trabalhos recebidos

Vencedores – categoria – por país

Nº total de premiados (incluindo equipes_e professores

Iniciação científica

Estudante universitário

Jovem pesquisador

Integração

1988

Alimentos

19

-

-

Argentina, Brasil

-

2

2000
Assunção - PI

Meio Ambiente/ Tec Limpas

 

24

-

-

Argentina, Brasil, Uruguai, Paraguai

-

 

4

2004
Brasília - BR

Energia

44

-

-

1º e MH: Brasil

1º:Argentina,
Brasil
MH: Brasil, Chile, Paraguai

 

18

2006
Assunção - PI

Tec. Inclusão
Social

305

1º: Argentina
MH: Brasil

-

1º e MH: Brasil

1º Argentina, Brasil, Peru, Chile
MH: Argentina, Venezuela

 

24

2008
Brasília - BR

Biocombustí-veis

267

1º: Paraguai
MH: Argentina

1º e MH: Brasil

1º e MH: Brasil

1º: Brasil e Uruguai
MH: Argentina, Chile, Colômbia

24

2009
Montevi-déu - UI

Agroindústria

194

1º: Paraguai
MH: Paraguai

1º: Brasil
MH Uruguai

1º: Brasil
MH: Argentina

1º: Argentina, Chile, Colômbia
MH: Brasil, Peru

29

2010
Buenos Aires - AR

Nanotecnolo-gia

66

1º: Brasil
MH: Paraguai

1º: Brasil
MH: Brasil

1º: Brasil
MH: Argentina

1º: Brasil e Argentina

14

2011
Montevi-déu - UI

Tec. Para Desenvolvi-mento Sustentável

304

1º: Brasil
MH: Paraguai

1º: Brasil
MH: Argentina

1º: Argentina
MH: Brasil

1º: Argentina, Brasil, Chile, Uruguai
MH: Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai

48

-

-

1.223

-

-

-

-

163

 
Ir a top